Delegado conclui que homem não teve intenção de arrastar cadela em moto

A Polícia Civil de Campina Grande concluiu que o homem flagrado arrastando uma cadela por uma corda presa a sua moto, no distrito de São José da Mata, não teve a intenção de maltratar o animal.

De acordo com o superintendente Glauber Fontes, foi constatado um caso de negligência.

“As investigações se aprofundaram, ouvimos o senhor e testemunhas, analisamos novas imagens de câmera e constatamos que ele não teve a intenção de maltratar o animal. O senhor estava conduzindo o animal na garupa e em um determinado momento veio a cair. Ele, de forma negligente, não percebeu e acabou arrastando o cachorro por alguns metros”, disse o delegado ao jornalista Hyldo Pereira.