Em Goiânia, homem chantageia mulher em troca de sexo; entenda o caso

Em Goiânia, a Ronda Ostensiva Municipal (Romu) prendeu em flagrante um homem suspeito de chantagear uma mulher, ameaçando divulgar fotos íntimas da mesma caso ela não aceitasse fazer sexo com ele. O autor tem 49 anos, enquanto a vítima possui 35. Ele já tem duas passagens criminais na lei Maria da Penha, entre 2016 e 2017, e poderá pegar mais de 15 anos de sentença em caso de condenação.
Em suas passagens pela polícia, o suspeito das chantagens em Goiânia recebeu acusações de ameaça, agressão e calúnia. Agora, em tese, ele poderá responder por chantagem, ameaça, perseguição, injúria e divulgação de foto ou imagem íntima sem consentimento.

“Ele conheceu a vítima fazendo descarga na empresa que ela trabalha. Não temos informações sobre outras vítimas da mesma situação”, explica Vagner Rodrigues, do comando da Romu Goiânia, ao DE.

Segundo o policial, a vítima o abordou e reportou toda a situação, apresentando fotos das conversas que ela teve com o suspeito. Nas capturas de tela, o homem faz ameaças e, no final, justifica dizendo que “estava bêbado”.

“Você vai dar para mim ou vai brigar comigo mas eu não vou esperar mais estou falando sério vou agarrar você dentro do escritório não importa quem esteja lá (sic)”, diz um fragmento das mensagens. Além disso, o suspeito escreveu que “tinha muitas coisas” da vítima e que, se ela “fizesse escândalo”, “sobraria para ela”.