Homem que agride negros no centro da cidade diz que ‘morador de rua tem que apanhar’

Na última terça-feira,22, um suspeito de agredir um músico, de 55 anos, no centro de Curitiba é o mesmo que agrediu um jovem na quarta-feira,23.

O homem suspeito teria agredido as vítimas e mandado um cachorro atacar as vítimas.

O caso foi exposto pela vereadora de Curitiba e deputada federal eleita Carol Dartora (PT).

“O nosso mandato recebeu novas imagens e outro ataque racista que está espancando pessoas negras no centro da cidade, confundidas por ele como pessoas em situação de rua. O criminoso usa um cassetete para agredir o jovem e ordena um cachorro a atacar a vítima.”

A vítima,de 55 anos, relatou que durante as agressões o suspeito o chamou de “macaco” e “negro sujo”, além de dizer “que morador de rua tem apanhar”. A vítima levou 5 pontos no rosto, fraturou o maxilar, quebrou um dente e tem marcas de mordidas nos braços e nas costas.

O agressor deverá ser ouvido pela Polícia nesta terça-feira (29).