Jovem mata padrasto a facada; mãe morre tentando separar briga

Uma briga em família terminou em tragédia na manhã de domingo (13) em Nova Mutum (a 259 quilômetros de Cuiabá). Um adolescente de 17 anos matou o padrasto depois de a mãe cortar a própria garganta tentando separar a briga entre os dois.

As vítimas foram identificadas como Edla da Conceição Felix, de 42 anos, e Genilson Santos Pinheiro da Silva, de 48. Ambos foram socorridos com vida, mas morreram após dar entrada no hospital.

Conforme o boletim de ocorrência, o jovem é usuário de drogas e há um mês veio de Sergipe para morar com a mãe.

Desde que chegou, de acordo com testemunhas, ele e o padrasto tiveram constantes discussões.

Na manhã do crime, segundo com o documento, após uma nova discussão, o jovem partiu para cima do padrasto para agredi-lo com uma faca. Para se defender, Genilson também sacou uma e partiu para cima do enteado. Por precaução, Genilson andava armado com a faca.

Diante da situação, Edla tentou desarmar o marido puxando a faca das suas mãos. Quando puxou o objeto, no entanto, acabou se ferindo e cortando a própria garganta.

O jovem parou para ver o estado da lesão da mãe, quando viu a gravidade do ferimento ele partiu, novamente, para cima do padrasto esfaqueando-o várias vezes.

O menor foi apreendido em frente à residência da família.

O Conselho Tutelar foi acionado e acompanha o caso que agora é investigado pela Polícia Civil.