Kombi com 5 adultos e 6 crianças pega fogo em posto de combustíveis, no Distrito Dederal. VEJA VÍDEO

Uma Kombi que transportava cinco adultos e seis crianças pegou fogo em um posto de combustíveis, em Samambaia, no Distrito Federal. O caso ocorreu no último domingo (30), quando o veículo parou para abastecer (veja imagens acima).

As pessoas saíram às pressas de dentro do veículo, que era usado por um projeto social. A Kombi ficou completamente destruída. Apesar do susto, ninguém se feriu.

"O frentista gritou que estava pegando fogo. Descemos, abrimos a porta de trás e seguramos para todo mundo descer. Pedimos para que eles se afastassem, porque o nosso medo era de o posto explodir", conta o motorista da Kombi.

Imagens das câmeras de segurança do posto de combustíveis registraram o momento em que as chamas surgiram no motor. Os frentistas se assustaram e correram.

A porta do veículo foi aberta, e os ocupantes desceram, correndo para longe do fogo. Um frentista usou um extintor de incêndio para conter as chamas que se espalharam pelo chão, por causa do combustível.

'LIVRAMENTO'

O motorista da Kombi, Rafael Santana, de 34 anos, é presidente do Instituto Filhos de Samambaia. Ele usava o veículo para distribuir alimentos para pessoas pobres da região.

Rafael contou ao g1 que ele e os amigos decidiram se reunir, no domingo, para levar as crianças para passear. Durante o trajeto, eles pararam para abastecer, e foi quando o veículo pegou fogo.

Rafael diz que se sente grato por ninguém ter ficado ferido. Evangélico, ele afirma que passou por um "livramento". O homem, que também trabalha com recursos humanos, gravou um vídeo onde conta o que aconteceu e agradece a Deus por todos terem saído ilesos

No vídeo, Rafael também canta uma música religiosa e pede ajuda para consertar a Kombi, que é usada para trabalhos sociais do Instituto Filhos de Samambaia.

Veja o Vídeo:



"Não deu perda total, mas o motor ficou destruído. Agora, estamos tentando conseguir ajuda para o conserto e para continuar o nosso trabalho", conta.

Fonte:G1