Menor de 16 anos mata mulher a facadas para defender tia durante briga; câmeras registraram fato veja o vídeo

Uma briga entre mulheres acabou com uma delas morta na última terça-feira (15) em Goiana, Zona da Mata Norte de Pernambuco.

A confusão foi registrada por câmeras de segurança. Nas imagens é possível ver a vítima fatal, Tais Mary Gomes, 30 anos, que aparece de roupa rosa discutindo com várias pessoas, no meio da rua.

A situação vai tomando proporções maiores e elas entram em luta corporal. Depois, uma vai embora, mas, de repente, ela volta correndo e a briga recomeça.

No meio dessa confusão, a jovem acabou sendo esfaqueada pelo sobrinho da outra envolvida. O suspeito é um adolescente de 15 anos que foi apreendido. Veja vídeo da briga:

Após prestar depoimento, a mulher que se envolveu na briga foi liberada. Já o sobrinho dela, que assumiu ter sido o autor dos golpes de faca na vítima, continuou apreendido.

O corpo de Taís foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal do Recife. O sepultamento deve ser no final da tarde desta quarta-feira (16), no cemitério de Goiana.

Tanto a vítima, quanto a outra envolvida, têm passagens pela polícia por tráfico de drogas e são usuárias.

VERSÃO DA OUTRA ENVOLVIDA

A equipe de reportagem da TV Jornal conversou com a outra mulher que se envolveu na confusão.

Ela disse que estava sendo ameaçada por Taís, nas redes sociais, e que no dia do crime ela teria ido atrás dela, armada com uma faca.

"Ela chegou na minha porta me chamando de gorila. 'sai para fora, gorila, porque eu vou te picar todinha' (SIC). Ela veio com outro rapaz que estava com a faca. Quando cheguei perto dela ela já foi me dando murro", revelou.

Após começar a briga, as irmãs da outra envolvida separou a confusão. Porém, segundo ela, Tais se negou a ir embora.

"Não vou embora, vou picar sua irmã todinha de faca", disse ela.

"Ela deu uma facada em mim e eu não senti. Aí meu sobrinho correu atrás dela. Ele não fez por querer", contou.

VERSÃO DA MÃE DA VÍTIMA

A mãe de Taís conta uma versão diferente. Ela disse que a briga entre as duas teria começado porque a vítima acusava a amiga de ter roubado pertences e dinheiro dela.

"Há uma semana atrás essa moça e ela tiveram uma desavença. As duas dormiram juntas e ela roubou R$80 dela e roubou uma peças de roupas. E por conta disso ficou dizendo desaforos pelo telefone. Quando foi ontem ela marcou e disse que estava indo desarmada. Quando ela chegou lá já estava a menina e a família toda", contou Janete Maria.

"Não vou embora, vou picar sua irmã todinha de faca", disse ela.

"Ela deu uma facada em mim e eu não senti. Aí meu sobrinho correu atrás dela. Ele não fez por querer", contou.

VERSÃO DA MÃE DA VÍTIMA

A mãe de Taís conta uma versão diferente. Ela disse que a briga entre as duas teria começado porque a vítima acusava a amiga de ter roubado pertences e dinheiro dela.

"Há uma semana atrás essa moça e ela tiveram uma desavença. As duas dormiram juntas e ela roubou R$80 dela e roubou uma peças de roupas. E por conta disso ficou dizendo desaforos pelo telefone. Quando foi ontem ela marcou e disse que estava indo desarmada. Quando ela chegou lá já estava a menina e a família toda", contou Janete Maria.