Mulher de líder do tráfico no Ceará é presa em hotel na Barra, Zona Oeste do Rio

A Polícia Civil prendeu a esposa de um dos traficantes mais procurados do Ceará, nesta quarta-feira, em um hotel na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Segundo a corporação, Marlene Dos Santos Mesquita tinha um mandado de prisão em aberto pelo crime de organização criminosa, por participar do núcleo financeiro da facção que era comandada por seu marido Anastacio Paiva Pereira, conhecido como Doze ou Paizão.

De acordo com a Polícia Civil, Paizão é um dos líderes do Comando Vermelho no Norte brasileiro e atua no litoral do sertão do Ceará. O homem tem quatro mandados de prisão em aberto por crimes de homicídio, organização criminosa, tráfico de drogas e corrupção de menores.

Marlene é suspeita de participar da parte financeira dos projetos de Paizão, promovendo lavagem de dinheiro. A mulher foi capturada após investigações da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme) e de informações da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN).

Segundo a Polícia, os pais de Marlene estavam hospedados em uma pousada na ilha da Gigóia, na Barra da Tijuca. Após uma vigilância feita pelos agentes no local, a mulher foi capturada no estabelecimento em que seus pais estavam alojados.

Os policiais encontraram com a mulher uma identidade falsa em nome de Emanuele De souza Oliveira, telefone celulares, um notebook, diversas jóias, um Fiat Toro e uma quantia em dinheiro de R$ 11.000,00 mil em espécie.
Segundo a polícia, os agentes acharam a mulher depois de confirmarem a identidade de Marlene com a unidade da Civil do Ceará. Além dos itens, foi descoberto que a mulher estava morando em comunidades do Rio há pelo menos dois anos, com seu marido, Paizão.