Mulher é morta na frente do filho, após ter recusado pedido de namoro

Uma mulher de 27 anos foi vítima de feminicídio na noite desta sexta-feira (4), na cidade de Marialva (cerca de 19 km de Maringá). Ela foi morta a tiros, na frente do filho de oito anos.

A vítima, identificada como Rebeca Sara Garcia de Andrade, tinha se mudado para a cidade há cerca de três meses. Durante a mudança, ela recebeu ajuda de um homem identificado como Sival de Araújo Silva, conhecido pelo apelido “Alagoas”. Ele é o principal suspeito do crime.

De acordo com investigações da polícia, Sival teria tentado começar um relacionamento amoroso com Rebeca, mas não foi correspondido.

Em algum momento, Rebeca começou a se relacionar com outro homem, com quem ela se encontrou na noite de sexta-feira (4). Os dois estavam conversando na frente da residência de Rebeca, quando Sival passou de carro e presenciou a cena.

O suspeito então mandou mensagens para a mulher, fazendo ameaças contra ela. Minutos depois, ele retornou armado e efetuou dois tiros contra a vítima.

O socorro foi acionado, mas a mulher teve morte instantânea. O filho dela, de oito anos, estava do lado dela, e viu a mãe sendo assassinada.

Em diligências, a Polícia Militar encontrou o carro do suspeito abandonado na zona rural de Sarandi, porém o atirador não foi localizado. Até o momento da publicação desta matéria, ninguém foi preso.