Mulher é presa após matar o noivo com um tiro em motel

Uma mulher foi presa em Goiás por suspeita de matar o noivo, o empresário Jordan Guimarães Lombardi, de 40 anos, em um motel no Distrito Federal.

Marcela Martins, de 31 anos, foi detida no município Cocalzinho de Goiás. Ela estava seminua e armada e alegou que teria sido abusada pelo noivo.

Segundo o depoimento da jovem, o casal teria consumido drogas e chamado um garoto de programa, que acabou dispensado e presenciado uma discussão. Após a briga, a mulher teria atirado no empresário com a arma dele e decidido fugir.

Ela bateu o veículo do noivo, avaliado em R$ 400 mil, no portão do motel, e depois teria tentado roubar uma Kombi. Por fim, pegou uma carona até um posto e decidiu se entregar.

O casal havia se conhecido em São Paulo e mudado para Brasília, onde se casaria no próximo ano. O caso é investigado.