Pedreiro é preso por estuprar enteada de 11 anos em Boa Vista

Um pedreiro de 46 anos foi preso, nesta quarta-feira (9), suspeito de ter estuprado a própria enteada de 11 anos. A prisão preventiva ocorreu no bairro Senador Hélio Campos, zona Oeste de Boa Vista e, de acordo com a Polícia Civil a criança era estuprada desde os 8 anos.

O crime foi denunciado em outubro deste ano. A mãe procurou a Polícia depois que a criança contou para uma tia que era obrigada a manter relações sexuais com o padrasto e que a agredia para que ela não contasse para ninguém sobre a violência, inclusive sofria ameaças de morte.

A Civil informou ainda que o crime ocorreu diversas vezes, quando o pedreiro levava a vítima para lhe acompanhar nos serviços que realizava.

A mãe da criança está separada do padrasto há cinco meses, e disse à polícia que o ex- companheiro continuava frequentando a casa onde moram, com justificativa de visitar outros dois filhos deles, mas que o objetivo dele era seguir estuprando a vítima.

Diante dos relatos das testemunhas, da vítima e a comprovação por meio de laudos periciais, que constatou a conjunção carnal, além da violência psicológica, a prisão preventiva foi deferida pela Justiça.

A Civil também está investigando a mãe da criança, para saber se ela tinha conhecimento do crime cometido pelo ex-companheiro à enteada.

Ao ser qualificado e interrogado o pedreiro negou os fatos. Após as medidas de praxe será levado ao Instituto de Medicina Legal (IML) para realização de exame de corpo e encaminhado à Audiência de Custódia.