Suástica e arma do pai: quem é o jovem de 16 anos que matou 3 em escolas

O responsável pelo atentado que deixou pelo menos três mortos em duas escolas de Aracruz, no Espírito Santo, é um adolescente de 16 anos que estudou em uma das instituições de ensino atacadas. Ele foi detido na tarde desta sexta-feira, 25, horas depois dos crimes.

O atirador estudou na Escola Estadual Primo Bitti até junho, quando foi transferido para outro colégio. Ele arrombou o cadeado, invadiu a instituição e matou dois professores nesta manhã. Depois seguiu para o Centro Educacional Praia de Coqueiral, onde matou um aluno.

Segundo as autoridades, o adolescente tinha uma suástica presa na roupa camuflada que usou no momento do ataque. Ele utilizou duas armas, uma pistola .40 do pai, que é policial militar, e uma arma particular. O jovem confessou o crime, segundo a polícia, e afirmou que planejou o ataque por dois anos.

“Ele confessou. Foi uma conversa muito colaborativa com riqueza de detalhes, acompanhado dos pais. Não tem motivo, ele planejou esse fato durante dois anos, mas o motivo ele não falou qual”, informou a Polícia Civil. Não havia registro de qualquer conflito ou episódio de violência envolvendo o aluno na escola antes dos episódios desta sexta-feira.

O ataque também deixou pelo menos treze pessoas feridas. Duas professoras estão internadas em estado grave, passando por cirurgias, e uma aluna está em estado gravíssimo. Outras quatro pessoas estão em “estado de atenção”, segundo o governador Renato Casagrande (PSB).