Acusado de estuprar e engravidar filha de 13 anos é preso

Um homem acusado de estuprar e engravidar a filha de 13 anos foi preso pela Polícia nesta sexta-feira (2). A Justiça expediu mandado de prisão preventiva, que foi cumprido pelos agentes contra José Lucinei Pereira. Ele será indiciado pelo crime de estupro de vulnerável e pode pegar até 25 anos de prisão, se condenado. As investigações devem ser concluídas na próxima semana.

A vítima sofria abusos sexuais do pai desde os seis anos de idade. A menina só conseguiu contar sobre os estupros no dia 24 de novembro, quando a mãe percebeu alterações no corpo da adolescente. Ela está com 33 semanas de gestação.

O delegado Neilson dos Santos Nogueira disse que a Polícia conseguiu junto ao Plantão Judiciário a expedição do mandado de prisão preventiva por 30 dias, após o acusado confessar parte do crime.

Na quinta-feira (2), o homem havia sido detido pelos policiais, quando confessou que manteve relação sexual com a filha. Ele afirmou à polícia que o crime foi cometido uma única vez, ao confundir a vítima com a ex-companheira após ter ingerido álcool.

A menina disse a polícia que ele ameaçava matar a mãe e a irmã dela, caso ela revelasse os abusos. Os pais da jovem estavam separados há cerca de oito meses. No entanto, segundo a mãe da vítima, José Lucinei fez uma cópia das chaves escondido e se aproveitava dos momentos sem a mãe da menina para cometer abusos.

O acusado estava escondido na Gardênia Azul, Zona Oeste do Rio.