Adolescente é espancada dentro de escola municipal de Maceió; família denuncia caso à polícia



Uma adolescente de 14 anos foi espancada dentro da Escola Municipal Antídio Vieira, no bairro do Trapiche, em Maceió, por outros estudantes, na terça-feira (29). Ela chegou a desmaiar durante as agressões. A família denunciou o caso à polícia.

Ao g1, Claudene Ferreira, mãe da estudante, contou que ficou em choque quando viu, através de um vídeo, a filha desmaiada no chão da escola.
"Nem sei explicar, achei que minha filha tivesse morrido. Foi uma sensação horrível ver que ela foi espancada de forma tão covarde. Eles pisaram nela, chutaram ela, uma coisa horrível", lamentou.
Nas imagens gravadas por outros estudantes, é possível ver a menina no chão desmaiada e vários alunos em seu entorno. Claudene conta que toda briga aconteceu durante uma aula de educação física.

"Eles estavam jogando queimado, foi quando começou uma discussão, e toda briga foi iniciada por uma menina que tem rixa com a minha filha. Essa menina e os amigos dela bateram na minha filha, essa menina faz jiu-jitsu e deu um mata-leão na minha filha, que apagou", contou.



A mãe da menina diz que um dos professores presenciou toda cena e não interveio.

"Ele disse que não estava lá na hora da briga. Mas, pelas imagens, dá para comprovar que ele estava lá e que não fez nada. Eu quero justiça, quero que todos os culpados paguem. A minha filha está traumatizada, não quer ir mais para a escola."

Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) informou que "o professor atuou junto à direção para estabilizar a situação" e que prestou assistência à aluna.

"A Secretaria ressalta que é contra qualquer tipo de agressão e que reforçará ações que já são realizadas de promoção da cultura da paz e prevenção à violência na comunidade escolar", disse a nota.

A família da estudante vai registrar um Boletim de Ocorrência na delegacia especializada de crimes contra a criança e o adolescente.