Auxiliar de obra é preso suspeito de estuprar ao menos quatro mulheres em nove dias

O auxiliar de obra José Paulo Santos Oliveira, de 24 anos, foi preso na quinta-feira (1º) suspeito de estuprar pelo menos quatro mulheres em nove dias, em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital. As investigações apontaram que as vítimas eram violentadas preferencialmente na região da Serra das Areias.

A Polícia Civil acredita que mais vítimas possam ser identificadas nos próximos dias e pede que elas procurem a Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) caso reconheçam o suspeito.

A delegada que investiga o caso, Cybelle Tristão, disse que o auxiliar de obra negou os crimes durante depoimento.

Além dos estupros, o suspeito também roubou celulares das vítimas. A polícia chegou até José Paulo depois que o aparelho celular de umas das mulheres foi encontrado com outra pessoa.

Imagens de câmera de segurança mostraram quando o suspeito passou de moto com uma das vítimas, no Setor Fabrício, em Aparecida. A mulher tem 20 anos e disse que estava voltando do trabalho

“Ele passou por mim, chegou na esquina ele voltou pedindo meu celular. Fui tentar correr e ele me puxou, colocou a faca no meu pescoço, e a mão na minha boca e pediu para eu não gritar. Falou que se eu gritasse, ele ia me matar”, detalhou a mulher.

Investigação

A delegada Cybelle Tristão contou que o suspeito era investigado desde o dia 22 de outubro, quando a primeira vítima registrou ocorrência na Deam. No dia seguinte ao primeiro registro, outra mulher procurou a polícia, denunciando um crime com as mesmas características, o que levantou as suspeitas de que poderia se tratar do mesmo autor.

As vítimas contaram que o suspeito agia sempre da mesma forma. Ele usava uma moto para rondar os bairros mais afastados de Aparecida, durante a noite, e escolhia mulheres que estavam sozinhas. Ele ameaçava as vítimas com uma faca, pedia o celular e depois levava as mulheres para o mato, onde cometia os estupros.

“Ele cometeu vários crimes de estupros, da mesma forma e em pequenos intervalos de tempo. A gente pode considerar que é um estuprador em série”, comentou a delegada.

As equipes policiais localizaram o suspeito no Jardim Riviera, em Aparecida de Goiânia. No momento da abordagem, ele dirigia a moto descrita pelas vítimas e usava o mesmo capacete preto que aparece em filmanges. Na casa dele, foram apreendidos outros objetos reconhecidos pelas vítimas.