Casal famoso por vender rifas na internet é executado na Bahia

Casal é assassinado dentro de condomínio de luxo em Barra do Jacuípe, na região metropolitana de Salvador, na tarde de domingo (11). Rodrigo da Silva Santos, de 33 anos, e Hynara Santa Rosa da Silva, 39, eram famosos pela venda de rifas por meio das redes sociais.

Após fazerem um passeio em uma moto aquática, Rodrigo e Hynara, conhecidos respectivamente como Digony DJ e Naroka, foram mortos dentro do condomínio. Os disparos atingiram as regiões do peito e da cabeça.

Para a Polícia Civil, o motivo do crime ainda é um mistério. O casal – que deixa dois filhos - movimentava muito dinheiro e as rifas chamavam atenção pelos valores altos.

Nas redes sociais, onde somam mais de 150 mil seguidores, as vítimas também tinham o hábito de divulgar cada local por onde passavam, o que pode ter facilitado o planejamento dos assassinatos.

No dia anterior ao crime, por coincidência, Hynara sonhou que um homem tentou matá-la a tiros e ela conseguiu se esconder atrás de uma árvore. Ela compartilhou o sonho com os seguidores por meio do Instagram.

O caso foi registrado pela 33ª Delegacia de Monte Gordo.