FGTS: trabalhadores podem ter R$ 1.000 para sacar até o dia 15; veja se tem direito

Trabalhadores que ainda não fizeram o saque extraordinário de até R$ 1.000 do Fundo de Garantia e Tempo de Serviço (FGTS) poderão sacar o valor até a próxima quinta-feira (15), segundo a Caixa Econômica Federal.

Após esse dia, os recursos retornarão à conta do FGTS, devidamente corrigidos e sem nenhum prejuízo ao trabalhador.

O saque ainda pode ser feito por cerca de 12 milhões de brasileiros — correspondendo a R$ 8 bilhões. 45,9 milhões de trabalhadores já fizeram o saque, totalizando R$ 31,7 bilhões, disse a Caixa.

Para saber se tem direito ao saque, o trabalhador precisa fazer uma consulta no aplicativo FGTS, disponível para iOS e Android, em agência da Caixa ou pelo site oficial.

Segundo a Caixa, o saque está disponível para trabalhadores que não receberam automaticamente os valores pelo aplicativo Caixa Tem, ou que tiveram os valores creditados no aplicativo, mas não realizaram movimentações em até 90 dias.

O saque é de até R$ 1.000 por trabalhador, considerando a soma dos saldos disponíveis de todas as contas do FGTS.

Se o titular tiver mais de uma conta do FGTS, o saque é feito na seguinte ordem: primeiro, as contas relativas a contratos de trabalho extintos, com início pela conta que tiver o menor saldo; em seguida, as demais contas vinculadas, com início pela conta que tiver o menor saldo.

Para sacar o dinheiro, o trabalhador precisa acessar o aplicativo Caixa Tem. É possível pagar boletos e contas, utilizar o cartão de débito virtual para pagamento em lojas, sites ou aplicativos, além de fazer compras com o saldo. O valor também poderá ser transferido para outras contas bancárias, ou ser sacado nos terminais de autoatendimento da Caixa e casas lotéricas.

Se o dinheiro ainda não estiver disponível, o trabalhador precisa fazer uma solicitação por meio do aplicativo. É preciso acessar “Saque Extraordinário” no Menu, confirmar os dados cadastrais e solicitar o saque para a liberação do valor.

Caso o trabalhador não queira receber o saque extraordinário, basta indicar no aplicativo FGTS ou em uma das agências do banco. Caso já tenha recebido o valor no aplicativo, basta esperar até 15 de dezembro sem movimentá-lo para que ele retorne ao fundo.

Quem tem direito ao FGTS

Segundo a Caixa, todo trabalhador brasileiro com contrato de trabalho formal, regido pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), e, também, trabalhadores domésticos, rurais, temporários, intermitentes, avulsos, safreiros (operários rurais que trabalham apenas no período de colheita) e atletas profissionais têm direito ao FGTS.