Homem é preso com mais de 41 mil vídeos e fotos de pornografia infantojuvenil no Ceará

Um homem de 32 anos foi preso em posse de pouco mais de 41 mil vídeos e fotos de pornografia infantojuvenil em Quixeramobim, no interior do Ceará. Ele tentou esconder o HD com o material no quintal da casa de um vizinho, mas o aparelho foi encontrado pela polícia. A captura aconteceu nesta quarta-feira (7).

Gerais, Mato Grosso, Pará, Pernambuco, Piauí, Rio De Janeiro, Rio Grande Do Sul, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso Do Sul e São Paulo) e em mais quatro países (Argentina, Estados Unidos, Panamá e Equador).

De acordo com a Polícia Civil, houve a colaboração da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, por meio da Homeland Security Investigations (HSI), que ofereceu cursos, compartilhamento de boas práticas e capacitações.

A ação faz parte de um esforço das Polícias Civis dos estados e do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) para combater crimes de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes na internet.

No dia da ação, celulares e um computador foram apreendidos na casa dele, que não possui antecedentes criminais. Inicialmente, com a análise do material apreendido, não foi encontrado nada de ilícito.

Contudo, em uma ação continuada no dia seguinte, os investigadores tomaram conhecimento que o mesmo alvo em questão havia se desvencilhado de um HD, após tomar conhecimento dos trabalhos policiais da região.

Os policiais civis encontram, no quintal ao lado da casa do suspeito, o aparelho eletrônico, após retornar ao endereço. Diante do material encontrado, o homem recebeu voz de prisão e foi conduzido à Delegacia Municipal de Quixeramobim.

Na unidade, ele foi autuado pelo crime no artigo 241-B, do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), por armazenar material com pornografia infantojuvenil. Com isso, ele se encontra à disposição da Justiça.

Operação Luz na Infância

A Operação "Luz na Infância 10" contou com o apoio da Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dececa) e as delegacias municipais de Itapajé e Quixeramobim.

No Brasil, a pena para quem armazena esse tipo de conteúdo varia de 1 a 4 anos de prisão. Já para quem compartilha, o período de reclusão é de 3 a 6 anos, e de 4 a 8 anos de prisão para quem produz conteúdo relacionado aos crimes de exploração sexual.

Operação nacional

No total, foram cumpridos 125 mandados de busca e apreensão e mobilizados cerca de 500 policiais em 18 estados do Brasil (Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Pernambuco, Piauí, Rio De Janeiro, Rio Grande Do Sul, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso Do Sul e São Paulo) e em mais quatro países (Argentina, Estados Unidos, Panamá e Equador).

De acordo com a Polícia Civil, houve a colaboração da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, por meio da Homeland Security Investigations (HSI), que ofereceu cursos, compartilhamento de boas práticas e capacitações.

A ação faz parte de um esforço das Polícias Civis dos estados e do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) para combater crimes de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes na internet.

Veja os balanços das fases anteriores da Operação Luz na Infância

Luz na Infância 1: Realizada em 20 de outubro de 2017, cumpriu 157 mandados de busca e apreensão. Foram presas 108 pessoas.

Luz na Infância 2: Realizada em 17 de maio de 2018, cumpriu 579 mandados de busca e apreensão. Foram presas 251 pessoas.

Luz na Infância 3: Realizada em 22 de novembro de 2018, cumpriu 110 mandados de busca e apreensão no Brasil e na Argentina. Foram presas 46 pessoas pela Polícia Civil.

Luz na Infância 4: Realizada em 28 de março de 2019, cumpriu 266 mandados de busca e apreensão. Foram presas 141 pessoas.

Luz na Infância 5: Realizada em 04 de setembro de 2019, cumpriu 105 mandados de busca e apreensão. Foram presas 51 pessoas. Além do Brasil, a operação foi realizada nos Estados Unidos, Equador, El Salvador, Panamá, Paraguai e Chile.

Luz na Infância 6: Realizada em 18 de fevereiro de 2020, cumpriu 112 mandados de busca e apreensão e prendeu em flagrante 43 pessoas no Brasil e quatro no exterior.

Luz na Infância 7: Realizada em 6 de novembro de 2020, cumpriu 189 mandados de busca e apreensão e prendeu em flagrante 74 pessoas no Brasil e 35 no exterior.

Luz na Infância 8: Realizada em 9 de junho de 2021, cumpriu 189 mandados de busca e apreensão e prendeu 73 pessoas em flagrante.

Luz na Infância 9: Realizada em 30 de junho de 2022, cumpriu 163 mandados de busca e apreensão e prendeu 73 pessoas em flagrante