Vídeo: Mulher grita por socorro ao ser presa por ofender atende negro em bar

Uma mulher, de 58 anos, foi presa na última sexta-feira (2) por ser suspeita de injúria racial após ofender um atendente do Bar Santomé, localizado em Santa Cruz (RS). No momento em que ela foi detida, gritou por socorro. No vídeo, divulgado no Twitter, é possível ver o momento em que a mulher entrou no bar e conversou com um dos funcionários. Na sequência, ela se dirigiu ao atendente negro e passou a incomodá-lo. A mulher ainda falou: “Eu sou branca, e ele é negão”.

A Polícia Militar foi acionada e, quando chegaram ao estabelecimento, presenciaram a mulher proferindo ataques racistas contra o atendente. Ela foi detida em flagrante.

Uma pessoa que passava pelo lado de fora do estabelecimento gravou a prisão da mulher, que gritava: “Socorro, estou sendo presa, socorro!”.

Enquanto isso, outros clientes do estabelecimento aplaudiam e falavam: “É isso aí! Racista! Nojenta!”.

De acordo com a Polícia Militar, a mulher apresentava sinais de embriaguez.

Depois desse episódio, o Bar Santomé prestou apoio ao funcionário em uma publicação no Instagram. “Nós do Bar Santomé viemos aqui prestar a nossa solidariedade ao funcionário Renato Santos (Renatinho) que hoje foi ofendido com injúrias raciais! Aqui quem é racista não é bem-vindo! É incrível que ainda temos que passar por isso!”, escreveu.