Empregado de oficina pega carro escondido de cantor e acaba morto em batida

Um jovem identificado como Rafael Bastos, 26, morreu na madrugada de hoje, após colidir o carro em uma passarela na avenida Torquato Tapajós, Zona Centro-Sul de Manaus. O veículo, modelo pajero, pertence ao cantor Wanderley Andrade, que havia deixado o veículo em uma oficina. O rapaz era empregado do local e teria saído da oficina sem a permissão do proprietário.

De acordo com a Polícia Militar, além do jovem, mais três pessoas estavam dentro do veículo. Elas ficaram feridas e foram conduzidas ao Hospital João Lúcio. Ainda segundo a corporação, Rafael perdeu o controle da direção e atingiu uma passarela — ficando preso às ferragens. O Corpo de Bombeiros do Amazonas também foi acionado para ajudar na remoção da vítima.

Segundo os bombeiros, devido ao impacto na lateral do carro, o condutor não resistiu e morreu no local. Os agentes realizaram o desligamento da bateria e retiraram as duas portas dianteiras do veículo. A vítima, que estava presa nas ferragens, foi removida com o auxílio de um desencarcerador (alicate hidráulico).

As outras três pessoas que estavam no veículo foram socorridas por uma equipe do SAMU (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) e o jovem encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal).

Já na manhã de hoje, o cantor, que está em turnê pelo Nordeste, soube que o carro estava envolvido no acidente e falou com a reportagem. Segundo Wanderley Andrade, o veículo deveria ter sido entregue ontem.

"Eu fiquei surpreso quando recebi a notícia de que ele pegou o carro e sofreu o acidente. Não esperava que uma pessoa fosse pegar o carro irresponsavelmente, sem minha autorização. Estou muito nervoso. Isso nunca aconteceu na minha vida. Também estou preocupado com as vítimas", disse o artista ao UOL.

Ainda segundo o cantor, o carro teve perda total. "Infelizmente, o carro deu perda total. Mas a pior perda foi da família do rapaz. Que Deus conforte a família da vítima", finalizou o cantor.